Skip to Content

Zona Oeste é região mais atingida pela dengue

Em apenas uma semana, mais de 4 mil casos registrados

By Print Preview

 

dengue 300x203 Zona Oeste é região mais atingida pela dengue

anonimodavez.blogspot.com

A cidade do Rio de Janeiro registrou aumento de 4.330 novos casos de dengue na última semana, totalizando 37.142 notificações confirmadas, número 11 vezes maior do que o registrado em 2010.

Segundo dados divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde, nos dez primeiros dias do mês de maio, os casos foram praticamente o dobro do registrado em todo o mês de maio do ano passado, com 623 infectados confirmados.

Apesar dos mais de 4 mil registros terem sido feitos na semana passada, a maioria deles é de abril. Isso ocorre porque muitas vezes eles são enviados pelas unidades de saúde com atraso de até 15 dias. Do total de casos, somente 99 correspondem ao mês de maio.

As regiões mais atingidas pela doença estão na Zona Oeste. São elas: Santa Cruz (3.824 casos), Campo Grande (3.725), Jacarepaguá (3.025) e Bangu (2.386).

O índice de manifestação da capital fluminense está acima de 4%. Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), regiões com índices acima de 4% estão com alto risco de epidemia. O Ministério da Saúde aponta que índices acima de 1% já devem ser monitorados.

De acordo com os dados disponibilizados pela secretaria, em São Conrado o índice de manifestação está em 14,3 para cada mil imóveis – foram encontradas 143 áreas com focos. Na região da Lagoa, o dado é ainda mais alarmante, com 16,3 a cada mil imóveis – foram encontrados 163 focos do Aedes aegypti.

Apesar do fim do verão, o mês passado teve 413 casos a mais do que março. O pico da doença ocorreu na primeira semana de abril, que teve 4.972 informes. Na semana seguinte, houve 3.760. Nos sete dias depois, 2.880.

No Estado, 77.264 casos

Em todo o Estado, do início do ano até 30 de abril, já foram notificados 77.264 casos suspeitos da doença, com 52 óbitos confirmados. O município que registrou o maior número de vítimas foi o Rio de Janeiro, com 19 mortes, seguido de São Gonçalo (8), Nova Iguaçu e Duque de Caxias (4).

A Secretaria de Estado de Saúde e Defesa Civil do Estado do Rio divulgou os municípios que já apresentam epidemia no Estado: Bom Jesus de Itabapoana, Santo Antonio de Pádua, Cantagalo, Mangaratiba, Cordeiro, Guapimirim, Seropédica, Magé, Silva Jardim, Cabo Frio, Macuco, Iguaba Grande, Quissamã, Rio das Ostras, Angra dos Reis, Mesquita, Vassouras e Cambuci.

Jovens correm maiores riscos

A disseminação da dengue entre a população jovem com a volta do vírus tipo 1 no Estado do Rio de Janeiro tem preocupado as autoridades de saúde, uma vez que o vírus tipo 1 não era detectado desde meados da década de 1980, mas reapareceu no ano passado. Por isso, jovens, crianças e adolescentes, que nasceram após esse período, não têm imunidade ao vírus, ficando mais suscetíveis à doença.

A dengue é uma doença infecciosa febril aguda causada por um vírus da família Flaviridae e é transmitida, no Brasil, através do mosquito Aedes aegypti, também infectado pelo vírus. Atualmente, a dengue é considerada um dos principais problemas de saúde pública de todo o mundo. Em todo o mundo, existem quatro tipos de dengue, já que o vírus causador da doença possui quatro sorotipos: DEN-1, DEN-2, DEN-3 e DEN-4.

“As pessoas que nasceram no final da década de 80 não têm imunidade. É uma população muito grande suscetível ao vírus tipo 1″

[Alexandre Chieppe, superintendente de Vigilância Epidemiológica e Ambiental da Secretaria Estadual de Saúde do Rio]

Fontes:

combateadengue.com.br

freguesiainfoco.com

– destakjornal.com.br


2 Responses to “Zona Oeste é região mais atingida pela dengue” Leave a reply ›

Leave a Reply

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>



Protected by Copyscape Originality Check

Privacy Policy