Linha 4 do Metrô
direitoamoradia.org
O Governo do Estado abre uma nova frente de obras da Linha 4 do Metrô, nesta segunda-feira (15/08), quando será feita a primeira detonação para as escavações da estação São Conrado. Instalado em fevereiro deste ano, o canteiro chega a uma de suas fases mais importantes, o início da execução dos túneis.

As obras da Linha 4, administradas pela Secretaria Estadual de Transportes, já contam com 1km de túneis escavados na Barra da Tijuca. Esta nova etapa dará ainda mais agilidade ao desenvolvimento do projeto, já que os túneis da passarão a ser abertos em dois sentidos.

Críticas ao projeto

O Governo Estadual se comprometeu a expandir o Metrô até a Barra da Tijuca. Mas, o que muitos já perceberam é que há um erro de estratégia nessa expansão, devido à forma como se pretende fazê-la. Ao que tudo indica, a Linha 4 nada mais será do que a extensão da atual Linha 1, a qual chegará à Gavea, ao longo da próxima década, passando naturalmente por Ipanema e Leblon. Se formaria assim um “Linhão”. Ou seja, a linha sairia da Rua Uruguai para dar a volta pelo Centro e Zona Sul até chegar a Barra da Tijuca, praticamente um caracol gigantesco. E assim a Linha 4 nada mais seria que a Linha 1 expandida.

Essa solução é certamente a mais imediatista, mas será que é a melhor? Será que com um pouco mais de empenho não poderíamos ter uma solução mais adequada para uma metrópole que sofre de problemas crônicos na área de transporte urbano?

E essa solução existe e é bastante simples: transformar a Linha 1 em uma linha circular, ligando as futuras estações Gávea e Uruguai (na Tijuca). A construção dessa ligação seria tecnicamente muito simples, uma vez que o trajeto seria feito debaixo do maciço da Tijuca. Essa ligação traria enormes vantagens ao sistema metroviário da cidade. Primeiramente porque distribuiria o fluxo de pessoas na Linha 1 de maneira mais racional. Alguém que fosse da Tijuca à Ipanema, por exemplo, não precisaria passar pelo Centro da cidade, aliviando o Metrô em seus trechos mais superlotados.

Para os moradores da Barra da Tijuca haveria também a vantagem de poder escolher chegarem ao Centro pela Tijuca ou pela Zona Sul. Isso sem falar no anseio dos moradores de Botafogo e Laranjeiras, os quais querem que a Linha 4 continue seu trajeto passando pelos dois bairros ou que ela continue pelo Jardim Botânico e siga por Laranjeiras até o Centro.

Porém, para a infelicidade daqueles que querem um sistema de transporte urbano bem planejado, o Governo Estadual prefere pôr em pratica “soluções” improvisadas, como é o caso do atual projeto. O futuro julgará quem está certo.

rj.gov.br

caoscarioca.com.br

1 Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *