Search Day Night
3837 Followers
Desintoxicando O Organismo

Desintoxicando o organismo dos excessos do fim de ano

Total
0
Shares
Tráfego Promo
Desintoxicando O Organismo
clinicamirellafreire.blogspot.com

Proliferam por aí vários métodos para a desintoxicação, mas muitos são prejudiciais à saúde. Aqui vão algumas dicas:

Após os excessos de dezembro, é hora de começar cuidar da saúde e contar os danos colaterais que seu corpo sofreu com as grandes quantidades de comida e bebida ingeridos durante as festas, bem como as horas sem dormir a que ele foi submetido em nome da folia.

E junto com o remorso e os quilos extras também chega o desejo de desintoxicar o corpo.

Toxinas são substâncias que têm efeitos nocivos sobre o funcionamento ou sobre a estrutura das células, causando danos microscópicos, mas também fatais. O corpo tem um sistema que permite que você possa eliminá-las através dos rins, fígado e intestino grosso. Mas se este sistema fica sobrecarregado, partículas tóxicas se acumulam e podem afetar o corpo inteiro.

Não é uma questão menor. O problema é que muitos afirmam ter a solução mágica: o jejum prolongado, dietas, laxantes etc. No entanto, a maioria desses métodos não só carecem de base científica, como podem ser prejudiciais à saúde.

Desintoxicando o organismo: em um mês não se resolve tudo…

O caso do fígado e do álcool

A tudo o que dissemos anteriormente soma-se o fato de que esta semana o British Liver Trust advertiu que é inútil tentar desintoxicar o corpo do excesso de álcool em apenas um mês.

Este período de abstinência, com duração de um mês, não é bom para a saúde, dizem especialistas, porque, entre outras coisas, reafirma a crença errônea de que os males decorridos de abusar do fígado – órgão encarregado de de quebrar as moléculas e eliminar o álcool nossos corpos – podem ser resolvidos facilmente.

Ajudam muito mais os regimes “permanentes”, como a decisão de não beber álcool em determinados dias da semana.

A seguir, dicas preciosas de como desintoxicar o seu corpo dos excessos de dezembro:

O FUNDAMENTAL

1. Não elimine refeições

Nutricionistas recomendam que se faça cinco refeições por dia, não importando qual dieta você queira empreender. Mesmo que não sejam abundantes, elas permitem que se diminua a ansiedade.

2. Reduza certos alimentos

Limite o consumo de alimentos enlatados, alimentos processados ​​e alguns laticínios industrializados. Elimine, por no mínimo 30 dias, todas as junk foods, pois carecem de fibra.

3. Água purifica

O corpo é composto principalmente de água. Assim, o consumo de dois litros diários contribui para a mobilização de todas as substâncias do organismo, promove processos químicos essenciais para o funcionamento do corpo e estimula a produção de urina, a principal via de eliminação de toxinas.

4. Tomar sucos, chás e sopas

É fundamental aumentar o consumo de líquidos como sucos, chás (de ervas ou naturais) e sopas. Isto elimina alguns resíduos tóxicos e bactérias presos no intestino e reduz a carga sobre o sistema digestivo.

5. Fechar a boca não é suficiente

Também é importante se exercitar. Mas nem é preciso pagar uma academia. Caminhar ou correr por meia hora, pelo menos três vezes por semana vai dar-lhe energia.

6. Combata a prisão de ventre

Inclua fibras naturais em sua dieta (frutas, legumes, farelo de trigo, aveia e linhaça) e eduque o corpo para evacuar sempre nos mesmos horários. Tomar laxantes somente com recomendação médica.

7. O vapor ajuda

Saunas secas ou a vapor aumentam as freqüências cardíaca e respiratória e, portanto, o metabolismo. Também estimulam a transpiração, o que ajuda a eliminar toxinas.

8. Descanse

Durma entre sete e oito horas por dia. Isso combate o estresse, libera toxinas, relaxa e equilibra o sistema nervoso e reduz esses efeitos.

9. Rápido, mas com cuidado

Segundo o Dr Santiago Rojas, o ideal é começar um jejum por períodos curtos (meio dia a um dia), duas vezes por mês. Você pode comer todos os tipos de frutas (mas preferivelmente mamão ou melão) e água. Sempre com supervisão.

10. Auto-medicação jamais!

Não use drogas, a menos que elas sejam necessárias, ou seja, quando um médico lhe disser.

Procure o conselho de especialistas

Não acredite em tudo o que dizem. Vários estudos têm demonstrado que o jejum prolongado, dietas exclusivas (como passar vários dias comendo somente certos alimentos) e consumir azeite ou produtos químicos para limpar o intestino pode privar o organismo de nutrientes vitais. Estes métodos exacerbam ainda mais os problemas potenciais, como os do açúcar (em diabéticos) e os gastrointestinais (em pacientes com úlceras, gastrite e refluxo).

Fonte: eltiempo.com

Parar De Fumar

Parar de fumar: estudo lança dúvidas sobre eficiência de adesivos e chicletes de nicotina

Nova pesquisa realizada em Harvard provoca polêmica

You May Also Like

O Que Fazer Na Barra Da Tijuca Em 2021

Newsletter Barrazine

O melhor da Barra da Tijuca: Eventos, dicas, novidades, promoções especiais e vouchers exclusivos

Usamos cookies » Política de privacidade
Total
0
Share