Segundo a agência de pesquisas Euromonitor Internacional, até o ano de 2021 o mercado de alimentação saudável no Brasil deve crescer, em média, 4,41% anualmente. Para se ter uma ideia, o crescimento do setor de bebidas e alimentos saudáveis está tão em evidência que, só no ano de 2016, por exemplo, foram movimentados cerca de R$ 93,6 bilhões em vendas, ou seja, com esse montante o Brasil ficou na 5ª posição do ranking dos países mais importantes para o setor. E tudo isso reforça que, sem dúvidas, essa é uma área excelente para se abrir um novo negócio e investir sem medo.

Para se ter uma ideia, quando se fala em alimentação saudável não se deixe enganar apenas por alimentos que sejam sem gordura, sem glúten, com poucas calorias, entre outros. Na verdade, uma alimentação saudável também engloba refeições frescas e leves, mesmo em exemplos como a feijoada, que pode ser consumida sem medo se for sem exageros e com ingredientes sem conservantes.

Seguindo essa linha, a Dagosto Bistro, rede de fast bistrô, vem se destacando justamente por ter entendido a necessidade dos brasileiros em uma vida longe de ingredientes que não sejam, de fato, frescos. A rede oferece uma série de opções de pratos para todas as horas do dia, seja para um café da manhã completo ou até mesmo para um jantar leve, delicioso e saudável.

Para Valéria Ramos, fundadora da rede, “acompanhar nossos clientes é nosso principal objetivo. Sempre tivemos em mente que uma das características mais marcantes dos brasileiros é a eterna busca por um restaurante que ofereça uma comida com gostinho de feita em casa, como que pela mãe ou avó”, afirma, e diz mais, “não há quem resista a uma refeição com ingredientes frescos e sem conservantes, com a diferença de ser ainda preparada rapidamente como em uma rede de fast food”, finaliza.

Inclusive, esse é outro diferencial que os brasileiros procuram: comidas feitas de forma saudável, mas que não demorem muito na preparação. Tudo por conta de uma vida cada vez mais corrida e repleta de afazeres, mas que não desanimam os brasileiros em tentar ter mais saúde nos grandes centros urbanos, onde geralmente o estresse é muito maior.

Valéria ainda pondera “o Brasil vive um momento muito importante de conscientização de que viver melhor não é sinônimo de perder horas tentando encontrar os alimentos perfeitos. É possível comer fora de casa e ter sim uma vida mais correta, leve e que não comprometa a saúde. Por isso mesmo estamos sempre investindo no que há de melhor em insumos e na capacitação de nossos colaboradores para que os pratos sejam feitos de forma ágil, mas sem perder qualquer detalhe de seu valor nutricional”, afirma.

Com tantos indícios de que o setor de alimentação saudável e sem conservantes está no crescente, vale a pena apostar no segmento. O Sebrae, por exemplo, aponta a área como uma das mais promissoras, e para outros consultores o ano de 2018 é, sem dúvidas, um ótimo momento para investir em uma empresa desse perfil que se consolida como forte tendência para os próximos anos.

Newsletter Barrazine

Digite seu endereço de e-mail para receber notificações de novas publicações.

Sucesso!!!

Opa, algo errado...

Previous post

Empresárias da Barra fazem sucesso com alongamento de cabelo.

Next post

Cuidados com o cabelo pós praia.