A gestão da qualidade, medida e verificada por meio da certificação ISO 9001, garante a entrega de serviços e produtos dentro das expectativas dos clientes e das normas legais.

Para assegurar a continuidade dessa gestão, anualmente é realizada a auditoria de manutenção da certificação e, a cada três anos, as empresas precisam ser recertificadas, passando por um processo completo de auditoria. Em 2015, a normativa da ISO 9001 foi atualizada e, até setembro de 2018, adequações eram necessárias para atender às novas diretrizes da norma, que incluíam pontos como a gestão de riscos e geração de resultados.

Recentemente, o Instituto das Cidades Inteligentes (ICI), empresa que desenvolve soluções tecnológicas para a gestão pública, recebeu a auditoria para conquistar a certificação na versão 2015. Segundo o gestor de Serviços de Infraestrutura de TIC, Evandro Vizinoni, o maior desafio foi capacitar toda a equipe para as novas diretrizes. “Tivemos que sensibilizar o nosso time sobre a importância das novidades trazidas pela norma, além de reforçar os conhecimentos sobre procedimentos, metas, políticas e objetivos”, conta o gestor.

A gestão de riscos, que passou a ser obrigatória, aborda a discussão de medidas preventivas e corretivas listadas ainda em uma fase de planejamento. Apesar de a ISO 9001:2015 não requerer documentação dessa gestão, é desejável que, assim como outros processos, ela seja formalizada para facilitar a visualização de resultados e consultas posteriores.

Sobre o assunto, o coordenador da Solução de Atendimento e Informações ao Cidadão (Central 156), Ozires Pereira de Oliveira, comenta: “Conseguimos antecipar o diagnóstico de problemas e evitar o desperdício de recursos”. Outra novidade também foi a implementação da avaliação de fornecedores, que vai permitir um alinhamento entre instituições e a busca por parceiros que também tenham foco na qualidade de suas atividades.

ISO 9001 no Brasil

Em 2017, segundo dados da International Organization for Standardization (ISO), só no Brasil existiam 17.165 empresas certificadas. No País, a norma é traduzida e publicada pela ABNT e pode ser seguida por qualquer empresa pública ou privada, independente do produto ou serviço oferecido. A versão 2015 do ISO 9001 leva em consideração sete princípios, sendo eles: foco no cliente, liderança, engajamento das pessoas, abordagem de processo e sistemática para a gestão, melhoria, tomada de decisão baseada em evidência e gestão de relacionamento com os fornecedores.

Newsletter Barrazine

Digite seu endereço de e-mail para receber notificações de novas publicações.

Sucesso!!!

Opa, algo errado...

Previous post

Como prevenir crises corporativas?

Next post

Produtos oftálmicos para pets: um cuidado necessário