Search Day Night
3837 Followers
5 Dicas Para Ter Um Fim De Ano Mais Feliz E Saudável

5 dicas para ter um fim de ano mais feliz e saudável

Total
0
Shares
Tráfego Promo
5 Dicas Para Ter Um Fim De Ano Mais Feliz E Saudável
Foto: vinhosweb.com.br
Por Jennifer Taitz*.

Com chegada do final de ano, podemos nos sentir impelidos a um novo recomeço em 2013.

Em vez de nos preocuparmos com dívidas, peso corporal e outros sentimentos negativos, devemos celebrar a alegria desse período de festas e terminar este ano com um sentimento de verdadeira realização. Para desfrutar plenamente dos feriados (férias), temos que permanecer fieis ao que nos é realmente importante e enfrentar as tentações.

Aqui estão algumas dicas para aumentar a sua felicidade:

1. Aceite!

Sentimentos negativos e difíceis tentações podem surgir a qualquer momento. Promoções e doces, podem seduzi-lo, o que é bastante compreensivel. Nem mesmo imaginar e fantasiar que você está atacando panetones, comidas gordurosas e doces fará essas tentações desaparecerem. Se você se sentir triste ou ansioso, lutando contra os sentimentos só vai se sentir pior, ao invés de melhorar.

Nós todos possuimos força de vontade e podemos lutar por muito tempo antes de ceder a nossos desejos. Mas aqui está a grande notícia: não temos de lutar e esgotar nossa força de vontade. Podemos praticar a aceitação.

Desejos existem, eles aparecem e vão embora e, por isso, muitos passam por dificuldades, como perder peso para readiquiri-lo novamente, logo em seguida. É melhor aprender a aceitar e observar os pensamentos sobre suas necessidades ao invés de tentar suprimi-los, esvaziando sua fonte de força de vontade. Pense bem: se você deve lavar um monte de louça suja, é melhor fazê-lo focadamente e com uma cara descontraída, ao invés de fazer careta e ficar carrancudo, ruminando sobre como isso é chato.

2. Seja gentil com você mesmo.

Auto-compaixão fornece um calmante mais eficiente do que guloseimas falsamente reconfortantes. Quando enfrentamos a dor ou uma dieta muito restritiva, podemos nos martirizar e acabar sofrendo mais. Um estudo recente descobriu que as algumas mulheres universitárias, que foram instruídas a comer donuts e ingeriram doces, sairam-se melhor do que as que se penitenciavam radicalmente contra a gula. Elas diziam: “Todo mundo ingere um pouco de comida menos saudável às vezes, e todos nesta experiência comeram essas coisas, então eu não acho que há qualquer razão para sentir-me muito mal com isso”. No final, o grupo que usou auto-compaixão compreensiva (com nossas limitações humanas) comeu menos do que o grupo que não o fez.

Compaixão é muito diferente de auto-indulgência. Observe bem se você não está se punindo nesse processo de controle de peso.

3. Dê uma chance às pessoas.

Durante o período de festas (ou férias) podemos ter que conviver com pessoas com as quais temos probelmas de relacionamente, ao viajar com com amigos e familiares. A raiva pode levar a excessos e, além disso, quem quer sentir raiva? Ser forte, passar por um momento difícil, dando a uma pessoa o benefício da dúvida, procurando os pontos postitivos e virtudes na personalidade da mesma, podem livrá-lo de gerar aquela raiva interior, que é muito prejudicial. Você perceberá que, se você procurar ver tal pessoa como um “santo”, ele começará a agir como um “santo”.

4. Entre no espírito das festas.

Há tanta coisa boa para curtir nesta temporada de festas, como: decorações natalinas, risadas dos amigos e, por que não?, crescimento espiritual. Há muita coisa boa nessa mesa, além de comida! Sentimos privação quando focamos no que acreditamos que não podemos ter, mas por que não desfrutar da experiência integral de todo esse momento? Comida é apenas materia, é fugaz, ao passo que estar conectado com o que realmente importa é plenitude.

5. Fique sóbrio.

O álcool intensifica as emoções e prejudica nossas decisões. Assim, muitos dos meus pacientes dizem que percebem que a auto-reflexão desaparece e a impusividade impera quando bebem. Ao invez de arriscar sua reputação no escritório ou ficar naquele estado em que você nem ao menos consegue focar no que realmente lhe interessa, enfrente e tome a decisão de consumir menos álcool. Assim, você não “pagará nenhum mico” e ainda lembrará de tudo na manhã seguinte. Muitos se sentem ansiosos em situações sociais e, por isso, bebem. Praticar a aceitação da sua ansiedade e a auto-compaixão irá realmente ajudá-lo.

Jennifer Taitz* é psicóloga clínica e autora do livro “End Emotional Eating: Using Dialectical Behavior Therapy Skills to Cope With Difficult Emotions and Develop Healthy Relationship to Food”

Fonte: foxnews.com/health

Le Lis Blanc Villagemall

Inauguração da megaloja Le Lis Blanc no VillageMall

"O VillageMall está um luxo!"

You May Also Like

O Que Fazer Na Barra Da Tijuca Em 2021

Newsletter Barrazine

O melhor da Barra da Tijuca: Eventos, dicas, novidades, promoções especiais e vouchers exclusivos

Usamos cookies » Política de privacidade
Total
0
Share