Search Day Night
3837 Followers
Queens Of The Stone Age.

Muito rock, muito calor e pouca roupa no quarto dia do Rock in Rio

Total
0
Shares
Tráfego Promo

O Rock in Rio mostrou porque é um dos maiores e mais respeitados festivais de rock do mundo com a programação sensacional do quarto dia, que reuniu alguns dos melhores vocalistas, guitarristas, baixistas e bateristas do planeta. Uma jornada maravilhosa e grandiosa para os roqueiros, mais uma vez muito bem produzida e cujos maiores destaques (não desmerecendo todos os outros) foram Lamb OF God, Hollywood Vampires, Queens Of The Stone Age e Sister OF A Down.

Apesar do calor de cerca de 40º, os fãs bem educados chegaram bem cedo, já antecipando o que viria a ser um dos melhores, mais roqueiros e mais empolgantes dias da edição 2015 do maior festival de música da América Latina. Desta vez, até os fãs do metal compareceram ao evento de gala do rock n’ roll trajando roupas bem leves. Teve até topless no show consagrador do Queens Of The Stone Age.

Veja os destaques:

John Wayne

A banda brasileira John Wayne abriu os trabalhos com extrema energia e atirando para tudo que é lado, mas ao invés de balas, notas musicais distorcidas e visceralidade. O público que chegou bem cedo à Cidade do Rock aprovou, e o vocalista Flavio Figueiredo acabou caindo literalmente nos braços da galera apaixonada por heavy metal, passeando pelos braços dos fãs e sendo devolvido gentilmente ao Palco Sunset. As canções “Lágrimas”, “Passagem”, “Quatro velas” e “Tormenta” foram alguns dos melhores momentos..

Project46

Depois do começo arrebatador e pesadíssimo, o Project46 subiu ao palco com a (sempre difícil) missão de superar o show anterior ou pelo menos manter o nível. Pancadas sonoras, como “Atrás das Linhas Inimigas” e “Violência gratuita”, deram conta do recado. No fim, convocaram os integrantes do John Wayne para encerrarem juntos com “Aliança” e “Acorda pra Vida”. Missão cumprida e plateia feliz.

Halestorm

Cada grupo que se apresentava tentava fazer uma apresentação melhor e mais empolgante que a anterior, assim o Halestorm não deixou a peteca cair, pelo contrário; o nível subiu ainda mais quando a vocalista Lzzy Hale e o guitarrista Joe Hottinger comandaram uma apresentação recheada de hard rocks consistentes. Uma ótima performance com boas canções corretamente alicerçadas na voz potente e firme de Lzzy. Muito bom.

https://www.youtube.com/watch?v=Va28c3K4oXc

CPM 22

Amada por toda uma geração, a banda paulista que nunca se vendeu ao som comercial e pasteurizado, como aconteceu com outras nacionais, foi a primeira a tocar no consagrador Palco Mundo e começou com tudo, disparando um hit atrás do outro, com o incrível baterista Japinha ditando o ritmo e mostrando precisão e categoria absurdas. Numa noite mais chegada ao hard rock e ao heavy metal, o emocionado vocalista Badauí fez questão de levantar a bandeira do punk rock – estilo um tanto o quanto esquecido nesta edição do Rock in Rio. O publico adorou, consagrando de vez o CPM 22.

Lamb of God

O público que já estava animadíssimo, atingiu o Nirvana no showzão dos ateus do Lamb Of God. Se por um lado o grupo da Virgínia, um dos estados mais religiosos dos EUA, só tem letras pouco consistentes e que quase sempre falam mal de religião, por outro, o lado instrumental, os caras mostraram que o heavy metal está mais vivo que nunca, apresentando um dos melhores e mais surpreendentes shows do festival até agora. Excelente.

https://www.youtube.com/watch?v=XI1DtlSEGys

Deftones

Outro bom show encerrou as atividades no Palco Sunset. Apesar de estar muito mais para rock alternativo do que para qualquer vertente do heavy metal, o Deftones não decepcionou o público e fez um ótimo show. Confira:

https://www.youtube.com/watch?v=auef63beyJU

Hollywood Vampires

Muito além de uma mera sessão de clássicos, o show do Hollywood Vampires pode ser considerado uma aula de história do rock, que trouxe, com muita justiça, jóias preciosas para a Cidade do Rock, sucessos eternos de The Doors, Rolling Stones, The Who, The Yardbirds e T-Rex, entre outros. A apresentação contou com Alice Cooper, Johnny Depp, Joe Perry (do Aerosmith), Duff McKagan (ex-Guns N’ Roses), Matt Sorum (Guns N’ Roses e The Cult), Andreass Kisser (Sepultura), Lzzy Hale (Halestorm) e outros, e teve o melhor momento do festival até agora: “Whole Lotta Love”, do Led Zeppelin, com direito a lição de slide guitar do bonitão Johnny Depp – sem dúvida, competente, mas o menos brilhante da seleção, musicalmente falando. O único porém foi a decepcionante execução de “Brown Sugar”, dos Stones, que fica irreconhecível sem saxofone, por isso ganha nota 9,5.

https://www.youtube.com/watch?v=gT7vGM1SFkM

Queens Of The Stone Age

Outro showzão muito aguardado pelos roqueiros que enfrentaram um calor escaldante de início de primavera no Rio de Janeiro e que não decepcionou. Com um arsenal de músicas nada comerciais, o grupo deixou 85 mil pessoas com olhos e ouvidos vidrados com ótimas composições, repletas de originalidade, as quais trouxeram renovação ao hard rock e adjacências, justamente na época em que o estilo mais foi abandonado, os anos 90, e que, só por isso, já merecia esse rito de consagração no Palco Mundo. A chama permanece acesa, a essência do rock está mais viva do que nunca, graças em grande parte ao, agora realmente consagrado, Josh Homme.

Sistem OF A Down

O show mais aguardado da noite fechou com chave de ouro a programação do quarto dia. Não seria um absurdo dizer que com essa apresentação o grupo da Califórnia também se consagrou, só que desta vez não apenas como mais uma boa banda de metal, mas como uma das mais técnicas e precisas de todos os tempos, chegando bem perto de monstros sagrados do virtuosismo instrumental, como o Rush – não é por acaso que o power trio canadense também sabe como poucos grupos utilizar gradações sonoras, que vão do silêncio absoluto à pauleira mais pesada possível. O vocalista Serj Tankian pode ser considerado a alma do grupo, com precisão, afinação e extensão vocal absurdamente impressionantes. Nota 9,5.

Rihanna.

Rihanna, Lulu e Ultraje em dia de pop no Rock in Rio

Rihanna, Lulu Santos e Ultraje deram conta do recado em dia de pop na Cidade do Rock.

You May Also Like

O Que Fazer Na Barra Da Tijuca Em 2021

Newsletter Barrazine

O melhor da Barra da Tijuca: Eventos, dicas, novidades, promoções especiais e vouchers exclusivos

Usamos cookies » Política de privacidade
Total
0
Share