Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

A hipertensão arterial sistêmica, popularmente conhecida como “pressão alta”, é um dos principais fatores de risco para o desenvolvimento da aterosclerose, doença que gera as principais causas de morte no mundo, o infarto agudo do miocárdio e acidente vascular cerebral. Em 26 de abril é celebrado o Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão, vale alertar a importância de cuidar do problema.

 

O Brasil tem cerca de 40 milhões de hipertensos, segundo dados do Ministério da Saúde. Apenas 20% dessa população sabe que sofrem da doença, 20% dos que sabem se tratam e só 20% dos que se tratam conquistam um equilíbrio no tratamento. Ou seja, em cada 100 pessoas hipertensas, apenas uma tem ciência da sua realidade e trata a doença com sucesso.

 

Existem dois tipos Hipertensão, a Primária ou Essencial que não se sabe a causa e surge na idade adulta decorrente de maus hábitos, e a Hipertensão Secundária, sendo a maior parte dessas congénita e pode aparecer na infância ou adolescência.

 

O excesso do consumo de sal, o tabagismo, a falta de atividade física e a obesidade são as principais causas do surgimento da hipertensão arterial. “O tratamento da hipertensão é feito através de mudanças no estilo de vida e de remédios de uso contínuo. Hoje temos à nossa disposição um verdadeiro arsenal terapêutico para estabilizar a doença, por isso, vale afirmar que só se mantém hipertenso quem não quer se tratar”, explica o cardiologista Antonio Brasileiro, porta-voz da Pontual Farmacêutica.

 

Após descobrir a doença, é fundamental mudar hábitos para ajustar o quadro da doença, já que a colaboração do paciente no tratamento é essencial para estabilizar a hipertensão. Além do sal, pessoas hipertensas devem evitar tudo o que interfere no peso corporal, qualquer item alimentar que possa favorecer problemas cardiovasculares. Inserir frutas, verduras e legumes na rotina alimentar e evitar tudo o que é gorduroso.

 

**A Pontual Farmacêutica, fundada em 2006, é drogaria e também distribuidora de medicamentos especializados no tratamento de câncer. Antonio Brasileiro é cardiologista, professor de cardiologia da UnigranRio. Ex-diretor da Sociedade Brasileira de Cardiologia. Ex-chefe da Unidade Coronariana do Instituto Nacional de Cardiologia. Autor do livro Unidades Coronarianas, Editora Revinter.

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Newsletter Barrazine

Digite seu endereço de e-mail para receber notificações de novas publicações.

Sucesso!!!

Opa, algo errado...

Previous post

Refrigerante diet pode derrubar sua dieta e sua saúde

Next post

A dieta mediterrânea funciona